E

Coordenadorias Regionais
da F E A E
Porto Alegre Sul e
Porto Alegre Norte

 Prevenção e Qualidade de Vida com Amor-Exigente nas Escolas  -  Para que só aconteçam coisas boas

No dia 4 de agosto apresentamos uma síntese da proposta do Amor-Exigente aos senhores vereadores de Porto Alegre, com repercussão favorável.  Fomos honrados também com a presença de representante da Secretaria Municipal de Educação.

Vereadores conheceram o trabalho do Amor-Exigente

O programa Amor-Exigente, que tem cunho comportamental de auto-ajuda baseado em reuniões preventivas às dependências químicas e psicológicas, foi o assunto desta quinta-feira (4/8), na Câmara Municipal Porto Alegre, no período de Comunicações Temáticas. O palestrante Cláudio N. Lugo, suplente da Coordenação Regional da Federação de Amor-Exigente e Presidente da Associação Porto-Alegrense do Amor Exigente (Apaex), apresentou o trabalho da entidade e seus desdobramentos.
Lugo ressaltou que o programa é um movimento de pessoas que cuida da qualidade de vida e a prevenção, com ênfase  e apoio ao tratamento da dependência química. A origem vem dos Estados Unidos, desde 1974. “Funciona apoiado na qualidade de grupos de pessoas voluntárias que fazem treinamento além de viver o programa. É um programa gratuito, sendo técnico, cognitivo-comportamental, assegurado por voluntários, de cunho privado, sem fins lucrativos,  plural quanto às religiões, mas com crença em Deus e na família”, informou.
No Brasil, a Federação de Amor Exigente foi constituída em 1994, mesmo ano foi criada a Coordenadoria Regional em Porto Alegre. A entidade está em cinco países da América do Sul e em 23 estados. São mais de 600 grupos no Brasil,  85 no estado do Rio Grande do Sul e 21 em Porto Alegre, com a participação de cerca de mil pessoas em reuniões semanais, apenas na região da Capital.
Segundo Cláudio Lugo, quem procura um grupo de Amor-Exigente é porque tem objetivos e sonhos que a metodologia utilizada nos encontros pode ajudar a alcançar. “Procuramos promover a transformação integral das pessoas através de mudanças no estilo de vida, levando-as a vencer suas próprias limitações”, ressaltou. O presidente da APAEX destacou, ainda, que na Capital já são três escolas que utilizam esse tema transversalmente no plano pedagógico.
O palestrante lembrou que os grupos são criados não só para as pessoas que estão em alguma situação de risco, com a dependência, mas para todos no sentido da prevenção. Lugo destaca que são levados em conta, além das dependências, os comportamentos. “É um programa que desencoraja qualquer tipo de violência, e que leva a pessoa a agir, e não só falar”, completou.
Desde março deste ano, tramita na Câmara Municipal projeto de lei do vereador Paulinho Rubem Berta (PPS), que sugere o Amor-Exigente na proposta pedagógica na Rede Municipal de Ensino. Também participou da sessão desta quinta-feira a coordenadora regional da Federação de Amor-Exigente, Arlete Calvara. Outras informações do programa Amor-Exigente no endereço eletrônico http://www.apaex.com.br/ .
Leonardo Oliveira (reg. prof. 12552)

Leia também:
Projeto inclui proposta pedagógica na rede de ensino da Capital
Comunicações Temáticas / Amor-Exigente
 

04/08/2011
Plenário

Comunicações Temáticas / Amor-Exigente

O período de Comunicações Temáticas da sessão plenária de hoje (4/8) foi ocupado pela entidade privada Amor-Exigente, que faz trabalho voluntário para fortalecimento da família. Abaixo, as manifestações dos vereadores sobre o tema.
QUALIDADE - Dr. Raul (PMDB) disse que já fez palestra num encontro do Amor-Exigente e ficou impressionado em ver como as pessoas se ajudam. " A gente vê ali um ambiente terapêutico, no qual as famílias buscam melhorar sua qualidade de vida." Para Raul, o trabalho voluntário do Amor-Exigente está 100% inserido no processo de ajuda às famílias e é uma iniciativa que deve inclusive ser apoiada pelo setor público. (MAM)
FAMÍLIA - Para João Carlos Nedel (PP), a família é o centro de tudo, por isso a importância do trabalho realizado pelo Amor-Exigente, que aplica técnicas com objetivo de fortalecer os laços familiares. Observou que ONGs como a Pastoral Carcerária e a Pacto (da Arquidiocese de Porto Alegre) já utilizam as orientações do Amor-Exigente em seu trabalho. "O fortalecimento da família se baseia em três pontos: combate e prevenção às drogas, cuidado com os idosos e valorização do casamento." (MAM)
ACOMPANHAMENTO - Tarciso Flecha Negra (PDT) lembrou que há 17 anos faz trabalho voluntário com sua escolhinha de futebol e que, neste período, aprendeu como é difícil conscientizar os pais sobre a importância de acompanhar seus filhos. "A melhor disciplina que se pode ter é a que aprendemos na família", afirmou Tarciso, destacando a importância do trabalho do Amor-Exigente no fortalecimento dos laços familiares. "O Amor-Exigente faz um trabalho maravilhoso, que não tem preço e que precisa ser visto pelo mundo inteiro."(MAM)
VOLUNTARIADO - Aldacir Oliboni (PT) acredita que se não houvesse entidades como o Amor-Exigente para ajudar os governos, dificilmente haveria solução para 50% dos problemas da cidade, especialmente os ligados à drogadição. Oliboni reconheceu que as famílias de hoje estão fragilizadas, em parte por ação da mídia, que, conforme ele, coloca na "telinha" valores muito diferentes daqueles passados por nossos pais.. "O voluntariado tem papel fundamental na construção de um mundo melhor." (MAM)

GRATIDÃO - Elias Vidal (PPS) saudou os representantes da ONG Amor-Exigente e agradeceu a todos aqueles que militam nesse "ministério". Também parabenizou Paulinho Rubem Berta (PPS) por trazer ao plenário pessoas de uma ONG que resgata famílias, jovens e adultos envolvidos com drogas ou "perdidos na vida" por causa de outros problemas. Elias lembrou que é fundador do projeto Vida e Saúde, iniciado após ele receber um tiro na nuca e que aprendeu muito com o Amor-exigente. "Como o paizinho lá em cima me deu uma chance, tive de fazer alguma coisa", afirmou. (CB)
CONSTRUÇÃO - Elói GUimarães (PTB) disse que a Amor-Exigente ajuda as pessoas a se reconstruírem. "Ontem eu dizia que se fazia imprescindível discutir a liberdade e seus limites", declarou. Elói citou como exemplo a participação do presidente da Associação dos Moradores de Rua em uma Tribuna Popular realizada há dois anos em que o orador reivindicou o direito de permanecer na rua, "estarrecendo a todos". Na sua opinião, não há como conceber a falta de limites para a liberdade quando esta coloca em risco a integridade física. "Por isso acho que a Amor-Exigente é extremamente importante para a proteção integral do seres humanos", frisou. (CB)
AGRADECIMENTO - Paulinho Rubem Berta (PPS) disse que todos os vereadores que se manifestaram enxergaram muito bem o que é Amor-Exigente. Na sua opinião, Amor-Exigente tem a ver com respeito por si mesmo, que resulta em respeito aos outros e à sociedade. Lembrou que há 40 anos trabalha para a comunidade, mas confessou: "Fazia isso, mas não tinha disciplina no que eu fazia. Ao conhecera ONG Amor-Exigente, me disciplinei para ser um bom líder comunitário e um bom pai". Conforme Paulinho, um projeto de sua autoria prevê o ensinamento do Amor-Exigente nas escolas municipais. Segundo ele, o Amor-Exigente representa economia em todos os sentidos, pois, ao trabalhar com prevenção, acaba reduzindo o uso de recursos, como medicamentos e internações. (CB)
Marco Aurélio Marocco (reg. prof. 6062)                   Claudete Barcellos (reg. prof. 6481)
 

Voltar ao topo desta página Página Inicial do Site Página Inicial da APAEX